Publicada em 07/11/2017 17:53:00

 

Dez anestesiologistas, dez cirurgiões gerais, seis clínicos médicos, sete ortopedistas, sete pediatras, dez enfermeiros e 25 técnicos em enfermagem foram convocados pelo edital 117 da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), publicado no Diário Oficial da União (DOU) de segunda-feira (06) para retomar o atendimento emergência integral do Hospital-Escola da Universidade Federal de Sergipe (UFS) em Lagarto.

O serviço funciona desde maio apenas parcialmente, por determinação do Conselho Regional de Medicina de Sergipe (Cremese) em razão da falta de profissionais de saúde, sendo oferecido em apenas quatro dias ao longo da semana. A convocação permitirá o atendimento com capacidade máxima. De acordo com o superintendente da Ebserh, Valter Santana, este objetivo só foi alcançado após intervenção e articulação direta do líder no Congresso Nacional André Moura (PSC-SE) na liberação de crédito suplementar junto ao Ministério do Planejamento e a consequente contratação desses 75 profissionais. "Iremos expandir o número de consultas mensais para 12 mil e pretendemos alcançar mil procedimentos cirúrgicos por mês para atender uma região com população de quase 300 mil pessoas", explicou.

De acordo com André Moura, os moradores de Lagarto e região terão atendimento de qualidade sem precisar recorrer a municípios vizinhos, como Itabaiana, ou mesmo Aracaju, em busca de atendimento. "É fundamental que todos tenham acesso à saúde pública em locais mais próximos de suas residências. Temos lutado para isso e a ampliação do atendimento desafogará as unidades de saúde dos outros municípios", explicou.

AssCom/AM
#SergipeMaisForte
# MandatoProdutivo